Quarta, 04 Outubro 2023 20:40

Receitas | O início de Tudo

Se teve uma coisa que a quarentena me apresentou, essa coisa foi a cozinha. Vem se aventurar comigo.

Sempre fui uma pessoa que passava longe da cozinha... adorava comer, mas cozinhar não era comigo. Mas, em contrapartida, adorava ajudar a minha avó nas suas aventuras.

Não só minha avó paterna, mas também, a minha avó materna e minhas tias. Todas muito bem prendadas e com receitas na ponta dos dedos. Cada uma tinha uma receita predileta e como elas faziam bem.

Minha avó Palmira era a mestre do Nhoque, todo domingo ela ia lá em casa, fazer aquelas bolinhas dos Deuses. Com sua taça de vinho, lá estava ela jogando farinha na mesa da minha outra avó, e colocando aquela massa belíssima para virar o melhor nhoque que eu comeria em toda a minha vida. E isso se repetia por muitos domingos.

Já a minha avó Quitéria era a mestre dos doces, cada sobremesa maravilhosa. A minha predileta é o Brigadeirão, e minha avó insistia em fazer apenas no fim do ano, as típicas receitas de festas. E como eu AMAVA. E os bolos, cada aniversário um bolo lindo, com tema e bicos diferentes que ela manuseava tão bem.

receitas batedeira felizcompouco

Sem contar as minhas tias, a Têra e a Penha. A tia Têra vinha todo domingo também e fazia o melhor cuscuz, que delícia era acompanhar a montagem. Ela separava cada ingrediente em um pote, uma delicadeza e paciência para fazer, que era invejável. E os mantecaus, a receita rendia muitoooos amanteigados, que chegou uma época que a gente até enjoou, e hoje a gente sente saudades. A tia Penha, já não tinha muita paciência em fazer as coisas, mas o bolinho de chuva com creminho é inesquecível e as receitas mais práticas e rápidas sempre vinham dela.

Eu e minha irmã estávamos sempre ali, anotando as receitas que cada uma falava e como a gente se divertia, mas parece que a gente esqueceu que elas não eram eternas.

receitas felizcompouco

Aniversário da Bisa (detalhe para a torta de sardinha na mesa)

Olhando hoje o caderno de receitas, tudo pela metade, afinal minha avó dizia: anota isso, mas presta atenção como faz. Na hora a gente até prestava atenção, mas depois logo esquecia, afinal elas estavam sempre ali para fazer e sair tudo perfeito.

Depois que cada uma se foi, só restou os caderninhos incompletos e a saudade. Saudade de comer aquele nhoque fresco no domingo, aquele cuscuz bem feito, aquele bolinho cru, mas que tinha creminho e aquela sobremesa de sabor inigualável. Nem vamos entrar no quesito de saudade delas, inesquecíveis e que deixaram um vazio eterno.

E foi aí, que a saudade apertou e chamei a minha mãe para me ajudar a fazer as receitas que a gente tanto ama. Nem sempre dá certo, mas o tanto que a gente se diverte, vale qualquer frustração.

receitas preparacao felizcompouco

Essa sou eu, ajudando a minha avó a fazer pão de mel

E porque eu contei tudo isso pra vocês? Pra avisar que vai ter receita toda semana por aqui. A maioria eu postei no Pinterest, mas achei viável trazer pra cá, também. Vai ter em vídeo e escrito. De todos os jeitos e formas.

Afinal, essas delícias precisam ser compartilhadas. ♥

Com muito amor, da minha família, para a sua família....

Read 139 times Last modified on Quarta, 04 Outubro 2023 20:49

Deixe um comentário

Sobre

O blog vai muito além do nome, pretende ser um lugar onde as pessoas gostam de saber das novidades, tendências e inspirações, mas tudo com muita qualidade e bom gosto. Transformando assim o "Pouco" em algo bem relativo. {não acham?!}

Venha você, também, ser Feliz com Pouco! ♥

Conheça!

We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…